Marcelo Marques

Há dez anos Steve Jobs mudava o mundo

img_3392Em 9 de janeiro de 2007, Steve Jobs, visionário fundador da Apple, falecido em 2011, introduziu o dispositivo que viria a definir a maior empresa de tecnologia do mundo – o iPhone. Exatamente dez anos depois, a Apple está comemorando esse anúncio, recordando do famoso keynote em que ele revelou sua existência.

O dispositivo foi nomeado como iPhone, mas Steve Jobs o descreveu na época como um aparelho três-em-um. “Um iPod widescreen com controles de toque, um revolucionário celular e um inovador dispositivo de comunicação pela internet”, disse, na ocasião.

Além de ser um smartphone funcional, ele descreveu o iPhone como um dispositivo que podia reproduzir filmes, podcasts e programas de TV, além de sincronizar as fotos de seus usuários. O primogênito da família era equipado com uma tela de 3,5 polegadas, câmera principal de 2 megapixels, armazenamento a partir de 8 GB, e executava o iOS 3.1.3.

Na época, o conceito parecia excessivamente ambicioso – um computador completo no bolso. Mas o tempo mostrou que a visão de Steve Jobs era inteiramente correta. Desde então, o iPhone passou por várias revisões, se mantendo como o produto mais importante da Apple.

O atual presidente-executivo da companhia, Tim Cook, disse que o iPhone é parte da vida de todos os clientes da Apple. “E hoje mais do que nunca está redefinindo a maneira como nos comunicados, entretemos, trabalhamos e vivemos”, disse, em comunicado. “O iPhone estabeleceu o padrão para computação móvel em sua primeira década e estamos apenas começando. O melhor está por vir”, complementou.