Marcelo Marques

Devido ao caos em que foi encontrado Darci assume o hospital municipal de Parauapebas

imageEstarrecido com o que viu no Hospital Municipal de Parauapebas – projeto seu e iniciado em seu último governo – o prefeito da cidade Darci Lermen resolveu agir rápido.

Decidiu  que a própria prefeitura vai administrar o hospital.

A suspeitíssima Gamp sempre foi altamente criticada pela sua atuação à frente do hospital.

Tercerizada para comandar o HMP no governo Valmir Mariano, não conseguiu dar conta do recado, proporcionando um caos administrativo e de funcionamento por lá.

Como se não bastasse , o governo passado deixou um pepino para Darci pagar de 15 milhões com a empresa.

Darci colocará  350 pessoas para trabalharem no hospital – boa parte já está por lá – e ordenou ao secretário de saúde prioridade máxima para sanar brevemente os problemas.

” – Quando fiz esse projeto, quando pensei nesse hospital, era para ser um modelo de bom atendimento, já que é uma necessidade real da população. Não foi o que encontrei lá, por isso resolvi não abrir processo licitatório para terceirizar para outra empresa , porque acho que essa é uma responsabilidade muito grande e devemos  ter todo empenho e cuidado possível para normalizar o hospital , me disse o prefeito.

A expectativa é que o hospital consuma de 3 a 4 milhões por mês para ser tocado com qualidade, e Darci saliente que ” isso é prioridade absoluta.”

Hoje ele mandará o documento notificando o rompimento de contrato com a Gramp.