Marcelo Marques

Não adianta querer curar um câncer com aspirina

IMG_4775Mais de 24 assassinatos na cidade depois da morte de um oficial da Rotam . Ou mais ….

Uma “limpa” foi o que aconteceu .

O Governo vai pedir ajuda da União para ” investigar o caso “.

Pedido inócuo todos sabemos . Até porque todo mundo sabe o que aconteceu .

Deveria pedir é apoio da Força Nacional para uma medida de desarmamento e apreensão de bandidos condenados,  das áreas vermelhas.  Como eu disse em um vídeo que gravei que está no nosso canal do YouTube do Programa Bacana – assiste lá – os policiais sabem onde estão os bandidos e quem são. Falta comando do secretário de segurança para mandar prender e principalmente dar a retaguarda jurídica que os policiais precisam pra fazerem o seu trabalho .

Porque não faz eu não entendo. Medo dos Direitos Humanos ?

Esses mesmos que não apareceram no velório do policial morto ?

O Pará está tratando de um câncer com aspirina . Não resolve .

Infelizmente não existe remédio omeopatico para doenças graves . Tem de ser tomado os mais amargos mas eficientes .

Pedir ajuda da União para investigar ? Pra que ? Pedido errado . Parece que o Govermo tem vergonha de pedir ajuda para o que realmente é necessário .

Uma bobagem isso !

É preciso também uma mudança no comando da segurança pública , com um braço de repressão forte para estancar a torneira que escancarou .

Pra isso é necessário coragem porque haverá quem do judiciário e dos direitos humanos que vão combater , criticar . Mas a quem o governo deve segurança ?

Acredito que a população em sua grande maioria . Maioria essa que apoiará medidas radicais de combate à violência, tenho certeza .

Chega uma hora de descontrole que apenas a repressão forte pode surgir efeito . Radical ? Pode ser . Mas necessário , é preciso encarcerar os bandidos que foram condenados e estão soltos , é preciso desarma-los já!

A Força Nacional em parceria com as polícias locais poderia fazer isso , limpando o terreno para o combate diário .

Nao é agradável , não é simpático , vai gerar críticas.

Mas qual o outro remédio ?

Porque vamos e convenhamos , 24, 27 ou 30 mortes  é normal ?

Nao é. Nem um policial ser morto com um tiro de uma arma exclusiva da polícia .

Não é normal mesmo .